quarta-feira, 21 de abril de 2010

14/02/2007
10h41m

Grã-Bretanha é pior país rico para crianças, diz Unicef

A Grã-Bretanha é o país onde a qualidade de vida das crianças é a pior do mundo industrializado, de acordo com pesquisa realizada pela Unicef (Fundo das Nações Unidas para a Infância). Na pesquisa, que inclui 21 países da Europa e América do Norte, foram analisados 40 indicadores como pobreza, educação, relacionamento com os pais e os amigos, comportamento sexual e saúde. As nações que encabeçam a lista são Holanda, Suécia, Dinamarca e Finlândia. Em penúntimo lugar na lista, em que a Grã-Bretanha ocupa a última posição, estão os Estados Unidos. "Pobreza Infantil em Perspectiva: Uma Análise do Bem Estar da Criança em Países Ricos" é o primeiro estudo sobre o tratamento dado a crianças nas nações industrializadas. LISTA DO BEM-ESTAR DO MENOR 1. Holanda 2. Suécia 3. Dinamarca 4. Finlândia 5. Espanha 6. Suíça 7. Noruega 8. Itália 9. Irlanda 10. Bélgica 11. Alemanha 12. Canadá 13. Grécia 14. Polônia 15. República Tcheca 16. França 17. Portugal 18. Áustria 19. Hungria 20. Estados Unidos 21. Grã-Bretanha Fonte: Unicef O diretor-executivo da Unicef para a Grã-Bretanha, David Bull, disse que todos os países têm pontos fracos que precisam ser resolvidos. "Ao comparar o desempenho dos países, vemos o que é possível com um compromisso de apoiar cada criança para que realize todo o seu potencial", disse Bull. A Grã-Bretanha ficou em lugar de destaque em termos de educação infantil, mas em posição ruim em outras categorias. Um porta-voz do governo britânico afirmou que as inciativas nacionais em áreas como pobreza, gravidez e fumo entre adolescentes, consumo de bebida alcoólica e comportamento sexual de risco ajudaram a melhorar o bem estar dos menores. Jom Murphy, do Bem Estar Social, disse que o estudo da Unicef usou alguns dados desatualizados, "de talvez seis, sete, oito anos atrás". Ele admitiu, contudo, que o relatório da Unicef é importante, pois "leva a um diálogo mais amplo sobre o que mais podemos fazer para erradicar a pobreza".

Fonte:http://www.reporternews.com.br/noticia.php?cod=172642



Nenhum comentário: