domingo, 7 de agosto de 2011

Uma contribuição aos amigos professores:

COMO LER?

Aprendemos muitas coisas através de descobertas, mas a maior parte do que sabemos provém de leituras e de conversações. Através da leitura entramos em contato com descobertas e pesquisas já realizadas. Mas, o que se acha nos livros e nas  revistas não é necessariamente verdadeiro e raramente encerra toda verdade; por isso é necessária a leitura crítica; pois mesmo as observações mais acuradas podem estar incompletas e podem levá-lo a novas observações,a  interpretações diferentes e a novas linhas de indagação e pesquisa.

PARA QUE VOU LER?
Vários poderão ser os objetivos de leitura, vamos falar de alguns:
1.   Ler para obter uma informação precisa

É a leitura que realizamos quando pretendemos localizar algum dado que nos interessa. Há neste tipo de leitura uma seleção de informações. São exemplos deste tipo de leitura:
* busca de número telefônico em uma lista;
* a consulta do jornal para descobrir em que cinema e horário será projetado um filme;
* a consulta de um dicionário;
* a consulta a uma enciclopédia...
Para realizarmos este tipo de leitura é necessário que saibamos que no caso da lista telefônica, do dicionário e da enciclopédia (embora nem todas) as informações se organizam em ordem alfabética; também deve se saber que os jornais destinam páginas especiais aos espetáculos e que geralmente existe um índice para mostrar o número da página em que se encontra a informação buscada.

2.   Ler para seguir instruções

      Neste tipo de tarefa, a leitura é um meio que deve nos permitir fazer algo concreto: ler as instruções de um jogo, as regras de uso de um determinado aparelho, a receita de uma torta, as orientações para participar de uma  oficina  de experiência...
       Quando se lê com o objetivo de “saber como fazer”, é necessário ler todo o texto e compreender o texto lido para atingir o proposto: “aprender como se faz ...”
       
3.   Ler para obter uma informação de caráter geral

Esta é a leitura que fazemos quando queremos “saber de que trata” um texto, “saber o que acontece”, ver se interessa continuar lendo... Quando lemos para obter uma informação de caráter geral não precisamos conhecer detalhadamente o que diz o texto; é suficiente ter uma impressão, com as idéias gerais do texto.
É o leitor quem decide se deseja se aprofundar mais ou menos na busca. É natural selecionarmos apenas aquilo que nos interessa. No caso da leitura do jornal, por exemplo, lemos apenas as manchetes ou lead, quando não nos interessa ou nos falta tempo para ler a notícia na íntegra.

4.   Ler para aprender

Quando a finalidade da nossa leitura consiste na ampliação dos nossos conhecimentos  sobre um determinado tema  essa leitura possui características diferentes; pois neste caso é costume grifar as idéias consideradas importantes, fazer anotações das idéias principais, realizar resumos; atividades que nos levam ao aprofundamento.

5.   Ler para revisar a própria produção escrita

É um tipo de leitura muito comum àqueles que utilizam a escrita como instrumento de seu trabalho. Quando se lê  o que escreveu, o autor/revisor deve se colocar no lugar do próprio autor porque foi ele quem o produziu  e sabe o que gostaria de transmitir com seu texto(conhece os seus objetivos enquanto escritor) e ao mesmo tempo no lugar do futuro leitor: será que o leitor irá entender aquilo que escrevi? É uma leitura muito útil, que nos ajuda a aprender a escrever. Para que façamos uma boa revisão, é bom avaliarmos nosso texto quanto :

·       A ortografia;
·       O vocabulário utilizado;
·       O uso adequado da pontuação;
·       O uso adequado das iniciais maiúsculas;
·       A organização das idéias;
·       A coesão e coerência;
·       A estrutura do texto
 (introdução/desenvolvimento/conclusão);

6.   Ler por prazer

O prazer  é algo absolutamente pessoal e cada um sabe como o obtém. E, em geral, a leitura por prazer associa-se à leitura de literatura, mas como cada leitor tem seu próprio gosto pessoal e é livre para escolher suas próprias leituras, neste sentido o que para um pode ser fonte de prazer para o outro pode representar uma tortura.

7.   Ler para comunicar um texto a um auditório

Este tipo de leitura é utilizada em ocasiões especiais e exige que o leitor se prepare para realizá-la: ler um discurso, um sermão, uma poesia, um jogral, um jornal falado... Sua finalidade é que as pessoas para as quais a leitura é dirigida possam compreender a mensagem emitida, para isso o leitor deve estar atento e treinar a leitura em voz alta observando: a entonação, as pausas, a ênfase nos lugares certos, a pronúncia correta, a comunicação visual com o público... Além disso, é necessário ler previamente o texto para saber do que se trata, ler várias vezes em voz alta,  compreender a mensagem do texto lido para transmitir emoção.

Fonte: Estratégias de Leitura, Isabel Solé

Nenhum comentário: